fbpx

3 DICAS IMPERDÍVEIS DE COMO VIAJAR ALÉM DOS PONTOS TURÍSTICOS

NOSSAS NOTÍCIAS

WhatsAppFacebook
3 DICAS IMPERDÍVEIS DE COMO VIAJAR ALÉM DOS PONTOS TURÍSTICOS

Uma experiência real de Slow Travel:

Enquanto ainda era mestranda no auge de um dia intenso de estudo li a seguinte frase pichada na porta do banheiro da biblioteca: “A obrigação de produzir aliena a paixão de criar” – passei o resto do dia pensando nessa frase.

Depois desse “tapa na cara gratuito” decidi que era tempo de passar o final de semana off e viajar. E assim, migrei para o sul de Portugal, em direção a Albufeira, não me preocupei em conhecer todos os pontos turísticos, todas as praias mais bonitas e instagramáveis, escolhi uma praia e passei a tarde ali no aqui e no agora. Inconscientemente tive minha primeira experiência “Slow Travel”.

 

Que tipo de sensação você procura ao viajar?

Será que a obrigação de criar listas extensas do que fazer em uma viagem, mudando de local a cada 2-3 dias, no anseio de ver “tudo o que há pra ver”, não é apenas uma reprodução da sua obrigação de criar no dia a dia sendo colocado no seu momento de lazer?

Se você deseja uma experiência mais autêntica, uma que o deixe com a sensação de que realmente conheceu os lugares, pessoas e culturas que encontrou em suas viagens, pode ser que seja a hora de relaxar, e romper com os padrões associados de ser preciso conhecer e experienciar o máximo de atividades e cidades para que sua viagem seja considerada “uma viagem incrível”. Está na hora de desacelerar e conhecer uma nova filosofia de viagem, o Slow Travel.

Slow Travel (traduzindo viagem lenta) é uma filosofia de viagem que enfatiza a conexão: com pessoas, culturas, comida, músicas locais e, porque não consigo mesmo. Assenta na ideia de que uma viagem pretende educar e ter um impacto emocional, no presente e no futuro, mantendo-se sempre sustentável para as comunidades locais e para o ambiente.

Veja que Slow Travel não é uma forma de viajar, é um estilo e uma mentalidade de viajar. É deixar para trás os padrões associados do que é aproveitar uma viagem levando em consideração a quantidade de experiência vivida, pelo contrário, é a perspectiva de que a qualidade da sua experiência é mais importante do que a quantidade de experiências quando você viaja.

É acordar sem planos para o dia, tirar um momento para apreciar a beleza da natureza, experimentar a gastronomia local, basta estar presente, entregar-se a atividades baseadas na experiência de estar no aqui e no agora num cenário totalmente desconhecido, uma pausa calma para o novo.

 

Benefícios do Slow Travel

– Prevenir o “esgotamento turístico”: sabe aquela sensação de voltar de uma viagem ainda mais cansado, em vez de pensar em sua viagem como uma lista de verificação, planeje essa lista pensando na oportunidade de crescimento, educação e desenvolvimento.

 

– Economizar: Slow Travel pode ser uma opção mais barata do que um passeio turístico típico.

Experimente procurar restaurantes frequentado pelos moradores locais, além de serem mais baratos que os turísticos, a atmosfera de um restaurante local é visivelmente perceptível, é como se você pudesse, ainda que por uma vez, ter a experiência de vivenciar o costume e o dia a dia local.

Ficar em airbnb é uma excelente opção de vivenciar a cultura local, além de economizar

– Faça conexões: Olhe ao redor! Você nunca sabe o que pode acontecer quando reserva um tempo para diminuir o ritmo e conhecer as pessoas da cidade para onde está viajando.

 

Saia da sua zona de conforto! Permita-se ser e estar na sua viagem

Conheça nossos roteiros e viaje com propósito e significado!

 

Texto de Larissa Valada

 

5 2 votes
Article Rating

OLÁ, DEIXE SEU COMENTÁRIO

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x